quarta-feira, 13 de maio de 2009

Praça da Matriz

A Praça da Matriz em Atibaia, assim como outros espaços públicos de lazer, tem sido marcada pela diversidade cultural e ideológica, os conflitos resultantes das relações sociais no local são históricos. Nas décadas de 70 e 80 era ponto de encontro da geração paz e amor, dos ativistas ambientais e dos manifestantes artísticos, que dividiam o tempo e espaço com jovens que celebravam a saúde e o esporte com a prática do skate – campeões iniciaram ali seus primeiros ensaios. Naquele mesmo cenário estavam os idosos, as mães com seus filhos sob o sol da manhã, e em cantos menos iluminados também havia os personagens usuários de drogas ilícitas. Aliás, essa prática nunca se restringiu aos espaços ou limites geográficos da Matriz, mas isto deve ser tratado por autoridades competentes.
De lá para cá o que mudou? Ao longo desses quase trinta anos o perfil dos frequentadores do local se manteve o mesmo. Talvez algumas mudanças comportamentais mais ousadas provoquem um choque maior, algumas atitudes merecem reflexão individual, uma boa dose de bom senso e respeito ao outro, contudo, a praça continuará sendo um local de heterogeneidade. Um espaço de convivência público, e, portanto, não deve ser limitado às apropriações de pequenos grupos ou individuais.

2 comentários:

vitor disse...

E para diversificar ainda mais a salada,agora toda sexta, 19h30 tem projeção ao ar livre, de curta metragem.... é o cinema chegando na Praça, e em breve aos domingos, apresentações musicais e teatrais!!!!

Laura disse...

Obrigado por me permitir ser um personagem do seu belo texto.
Luciano Marafante